sobre o dobradinha comics


Olá pessoal. Eu sou o Jrol Lima, criador e ilustrador do Dobradinha Comics e o texto a seguir é uma narrativa divertida de como nasceu esse site e uma retrospectiva de quando o site completou um ano de vida.

No dia 24/07/2012 o blog estreiou com a tirinha Donzela. A ideia original do Dobradinha Comics era ter dois autores e histórias diversas, não somente sobre RPG. Meu amigo faria tiras variadas enquanto eu me focaria em RolePlay Game. Decidi me focar nisso pois achei que era um tema incomum em tirinhas, na época eu conhecia o Dados em Fúria, porém não conhecia o Rolld6.

Infelizmente meu amigo ficou atolado com a vida, trabalho e família e ficou praticamente sem tempo pro blog, contudo eu segui com o foco que eu tinha decidido. Foram 29 tirinhas que fiz até o inevitável acontecer: fiquei sem tempo. A verdade é que eu não estava preparado para um compromisso desse tipo. Quando comecei achei que faria um desenho por dia em 15 ou 30 minutos e pronto!

Inocente Jrol...

Acontece que eu não desenhava ou coloria tão rápido (ou bem), sem contar o tempo que eu perdia tentando ter ideias. E esse era o maior problema! Ver que os 30 minutos que achava necessário pra desenhar e colorir se tornaram 2 horas nem era a parte problemática. O que era sério mesmo era ficar sem ideias. O resultado era que eu gastava umas 5 horas por dia com o blog e isso foi demais quando a faculdade demandou mais tempo de mim.

A tirinha Nascer do Sol publicada no dia 06/09/2012 foi a minha ultima. Depois dela só voltei no ano seguinte em 21/01/2013 com Pontos Vilônicos.

Quando voltei eu tentei corrigir alguns "erros" que cometi. Voltei com a proposta "todo dia terá uma tirinha, não importa como seja" e com essa filosofia as postagens seguintes vieram em vários estilos e finalizações. Em preto e branco, coloridas direto do papel ou mesmo ainda à lápis. Meu maior compromisso era publicar todo dia. Pra me ajudar nessa tarefa eu andava com um caderno de rascunhos o tempo todo e desenhava em qualquer instante que eu tinha. Em sala de aula, dentro do trem ou numa lanchonete... Se eu tivesse 5 minutos disponíveis eu os usaria pra desenhar, algo que tornou-se um hábito para mim.

Isso foi ótimo pelo lado de que eu pude publicar regularmente, mas o acabamento dos desenhos caiu um pouco. Era o preço a se pagar e eu estava feliz com a regularidade.

Algum tempo depois fui contatado por um rapaz de um site chamado Trono de Ferro (site esse que nem existe mais) que queria que eu fizesse tirinhas para ele e a gente racharia a grana dos anúncios. Depois de pensar bastante, acabei aceitando e novamente pausei o Dobradinha Comics no que seria uma pausa permanente. No dia 18/03/2013 publiquei Rolagem de Atributos, minha ultima postagem antes de começar a trabalhar para o Trono de Ferro.

Desenhei todo dia, mas meu trabalho nunca ia pro site. O rapaz tinha ainda muita coisa resolver antes de começar as publicações e isso me deixou meio triste. Eu estava trabalhando todo dia nos desenhos, parei o meu blog para migrar para outro, porém parecia em vão. Foi então que eu decidi que voltaria ao Dobradinha Comics de vez... sem pausas e sem migrações. Eu deveria manter meu site. Era meu espaço. Um lugar onde eu publicaria aquilo que EU queria. Não poderia deixá-lo morrer.

O tempo que investi no outro site não foi mesmo em vão. As tirinhas que desenhei lá foram usadas no Dobradinha Comics sob a etiqueta de “Tirinha Geek”. A primeira foi Sou Tão Nerd, que é uma das minhas favoritas, publicada no dia 15/04/2013. As 10 postagens seguintes haviam sido feitas para o Trono de Ferro, o que me deu 10 dias de folga para voltar ao ritmo de desenhar sobre RPG.

No dia 26/04/2013 eu inaugurei a “Sexta Sem Tirinha”. Ela tinha duas finalidades: criar uma integração maior com outros blogs que eu gostava (fazendo fanarts) e divulgar minha nova parceria com o site Masmorras e Dragões, algo que foi muito bom, importante e recompensador pra mim. Foram 25 tirinhas que fiz para o site. Os roteiros eram da administradora Erínia e toda segunda-feira na página do Masmorras e Dragões tinha as aventuras de um grupo esquisito numa terra medieval. Essa foi uma experiência muito gratificante.

De lá pra cá venho conseguindo manter o ritmo. É engraçado ver que algumas coisas que antes não me incomodavam passaram a me incomodar com o tempo… Desenhar de qualquer maneira para o blog começou a me irritar, então comecei a melhorar as ilustrações. Depois foi o estilo do desenho que comecei a achar simples ou pouco expressivo. É divertido ver as tirinhas e perceber que algumas delas foram divisões para uma nova abordagem.

Se você não foi capaz de perceber isso, vou apontar agora as principais publicações que fizeram-me mudar meus rumos:

Tirinha rpg #29: nascer do sol - Minha ultima tirinha antes da primeira pausa. Ela é vergonhosa tanto pela piada clichê quanto pelo desenho tosco. Dava para ver nessa publicação o meu cansaço e que eu não estava conseguindo manter o blog.


Tirinha rpg #58: 12 anos - Desenho horrível e extremamente genérico. Nela eu percebi que eu tinha que empenhar um pouco mais nas ilustrações e que talvez o formato vertical demais não ficasse tão bom assim para tirinhas de desenho único.


Tirinha rpg #83: lábia + aparência inofensiva - Piada mais ou menos, mas essa tirinha foi importante, pois nela percebi que eu podia fazer pintura de cores chapadas. Hoje em dia só faço coloração assim.


Tirinha rpg #89: o absolutista - Vergonhoso o desenho. Fiz em cima da hora, pois não tinha nada para publicar, então foi de qualquer maneira no melhor estilo “Dane-se… Tem tanto desenho ruim pela internet, ninguém vai reclamar desse”.  Me arrependo de ter feito algo tão terrível.


Tirinha rpg #122: melhor rastreador do grupo - Essa foi importante para mim por 2 motivos. Primeiro que eu reciclei um desenho que achei em casa de uma aventura de RPG com meu grupo, ou seja, nem desenhar de verdade eu desenhei essa porcaria, só escaneei e coloquei cores. Segundo é que a piada é uma clara reciclagem de outra que fiz. Me senti muito canalha e prometi a mim mesmo que tanto não faria mais isso quanto me empenharia para só colocar minhas melhores ideias no blog.


Tirinha rpg #142: o mestre diz - Essa foi importante pois foi quando comecei a “sujar” o desenho com traços. Eu estava muito querendo fazer isso, mas não sabia como. Hoje em dia meus desenhos são bem “sujos” cheios de traços e pontos para se tornarem mais interessantes.


Tirinha rpg #155: 80 porcento - Mais uma da série de “desenhos preguiçosos”, mas o que mais me incomodou nesse desenho foi o fato dele parecer simples demais. Eu senti um vazio nele, como se ele não mostrasse personalidade minha tanto no traço quanto no estilo. No desenho seguinte eu consegui criar um novo estilo e comecei a sujar mais o desenho, algo que acredito que deu extremamente certo.

Bem, finalmente acabou minha retrospectiva. Se você aguentou ler isso até o fim, parabéns e obrigado de verdade pelo apoio.